Scrutatio

Friday, 23 February 2024 - San Policarpo ( Letture di oggi)

II Livro de Samuel 23


font

1Estas são as últimas palavras de Davi: Oráculo de Davi, filho de Isaí - oráculo do homem que foi exaltado, do ungido do Deus de Jacó, do cantor dos salmos de Israel.2O Espírito do Senhor fala por mim, sua palavra está na minha língua.3Deus de Israel falou, o rochedo de Israel me disse: O que governa com justiça, o soberano temente a Deus4é como a luz da manhã quando se levanta o sol, manhã sem neblina, que faz cintilar de orvalho a relva da terra.5Sim, minha dinastia é estável diante de Deus; ele fez comigo aliança eterna, a ser observada com absoluta fidelidade. Minha salvação e inteira felicidade não é ele quem faz germinar?6Os homens maus são como espinhos, que todos evitam e ninguém pega com a mão;7que se recolhem com um ferro ou com o cabo da lança, e são queimados no fogo.8Eis os nomes dos heróis de Davi: Jesboão, filho de Hacamoni, chefe dos três. Foi ele quem brandiu o seu machado contra oitocentos homens, matando-os de uma só vez.9Depois desse, Eleazar, filho de Dodo, filho de Aoí, um dos três heróis. Achava-se ele em Efes-Damim, quando os filisteus se reuniram ali para o combate. Tendo os israelitas fugido {cada um para a sua tenda},10ele manteve-se firme e bateu os filisteus até que sua mão se cansou e se crispou sobre a espada. O Senhor operou naquele dia uma grande vitória. Os soldados voltaram para onde estava Eleazar, mas somente para recolher os despojos.11Depois dele, Sama, filho de Age, o ararita. Reuniram-se os filisteus em Lequi, onde havia um pedaço de terra plantado de lentilhas; fugindo o exército diante dos filisteus,12postou-se Sema no meio do campo, defendeu-o e derrotou os filisteus, operando assim o Senhor uma grande vitória.13Três dos trinta desceram e foram ter com Davi, no início da colheita, à gruta de Odolão, estando a tropa dos filisteus acampada no vale dos refains.14Davi estava então na fortaleza, e havia uma guarnição de filisteus em Belém.15Davi teve desejo extravagante e exclamou: "Quem me dará a beber das águas do poço que está à porta de Belém?16Então os três valentes penetraram no acampamento dos filisteus e tiraram água do poço que está à porta de Belém. Trouxeram-na a Davi, mas ele não a quis beber, e derramou-a em libação ao Senhor,17dizendo: Longe de mim, ó Deus, fazer isso! Vou eu beber o sangue desses homens que para buscá-la arriscaram a sua vida? E não quis beber. Eis o que fizeram os três heróis:18Abisai, irmão de Joab, filho de Sarvia, que era também chefe dos trinta, brandiu sua lança contra trezentos homens, e os matou, conquistando assim grande renome entre os Trinta.19Ele era o mais considerado dentre os Trinta, mas não chegou a se igualar aos Três.20Banaias, filho de Jojada, homem de valor e rico em façanhas, originário de Cabseel, feriu os dois filhos de Ariel de Moab. Foi ele também quem desceu, num dia de neve, e matou um leão na cisterna.21Feriu ainda um egípcio de alta estatura, que tinha uma lança na mão. Banaias desceu contra ele com um simples bastão, arrancou-lhe a lança das mãos e o matou com a sua própria arma.22Isso fez Banaias, filho de Jojada, obtendo renome entre os heróis.23Foi mais considerado que os trinta, mas não igualou aos três. Davi pô-lo à frente de sua guarda.24Entre os trinta contavam-se Asael, irmão de Joab; Elcanã, filho de Dodo, de Belém;25Sama de Harod; Elica de Harod;26Heles de Falti; Hira, filho de Aces de Técua;27Abieser de Anatot; Mobonai, o husatita;28Selmon, o aoita; Maarai de Netofa;29Heled, filho de Baana de Netofa; Etai, filho de Ribai de Gabaa dos benjaminitas;30Banaía de Faraton; Hedai do vale de Gaas;31Abi-Albon de Araba;32Azmavet de Berom; Eliaba de Salabon; Bene-Jassen;33Jonatã; Sama, o ararita; Aião, filho de Sarar, o ararita;34Elifelet, filho de Aasbai, o macatita; Elião, filho de Aquitofel de Gilo;35Hesrai de Carmelo;36Farai de Arbi; Igaal, filho de Natã de Soba; Boni de Gad;37Selec, o amonita; Naarai de Berot, escudeiro de Joab, filho de Sarvia;38Ira de Jeter; Gareb de Jeter;39Urias, o hiteu. Trinta e sete ao todo.